13.8.06

Vão pra...

Para! Para! Para tudo!
Respira...
Conta até 10...
Bebe um copo d’água...
Espera... Calma
Não manda... Não pensa isso...
Respira fundo novamente...
Conta até 10... Isso... Mais uma vez...
Vamos lá... Bebe mais um pouco d’água
Calma... Não manda...
Para... Pensa...
Olha pra luz!
Não manda...
Continua respirando fundo...
Mais um gole d’água...
Não...
Calma...
Respira...
Agora sim...

A todos que me desejam mal;
Que invejam o pouco que tenho;
Que tentam destruir meus laços de amizade;
Que se deliciam com as minhas lágrimas;
Que não se conformam com meu sucesso e alegria;
Que querem para si “as minhas forças” e o que eu construí.
Eu estendo as minhas mãos, quando precisarem de ajuda e ofereço meu colo quando precisarem de conforto.
Não, não lhes darei a outra face, pois tenho apenas uma.

Aos meus inimigos, corvos e vampiros, desejo-lhes:
Sucesso, saúde, paz, prosperidade, alegria e muita Luz!
Um beijo no coração de vocês.

Respiro e sigo...

Silvana G Melo

2 comentários:

Nelson disse...

A serenidade com o humor dito inteligente e moldado com uma pitada de ironia, sempre é uma forma de reagir interessante e revigorante!

Giuseppe disse...

Per quel poco che posso capire di portoghese le parole scritte da Silvana
mi emozionano. Spero proprio di essere un
buon amico per lei.
Grazie e ciao